Mas afinal, o que é terapia de casal?

Atualizado: Mar 10

No mundo conturbado que vivemos atualmente, as relações amorosas se tornaram cada vez mais superficiais e conflituosas. A rotina alucinante, os problemas com filhos, finanças, trabalho, somados à falta de compreensão e de respeito pela individualidade do outro, fazem com que o casal perca a capacidade de diálogo. Divergências de opinião e diferentes expectativas referente ao relacionamento, quando muito acentuadas, podem acabar levando uma relação à crise ou até mesmo ao término. Sendo assim, buscar a ajuda de um psicólogo através da terapia de casal pode ser o último recurso para salvar a relação e, até mesmo, evitar uma separação. A terapia de casal tem a função de assumir uma posição acolhedora, num ambiente neutro, onde o casal pode expor suas questões, desabafar e construir saídas para as dificuldades e impasses.



A tão temida falta de comunicação no relacionamento, explicitada por brigas e acusações, é trabalhada através da psicoterapia para que venha a se tornar uma comunicação empática e não-violenta. Este é o principal desafio e objetivo da terapia de casal: o desenvolvimento de um diálogo construtivo, com uma linguagem clara e respeitosa, com a percepção de escolha do melhor momento e lugar para a conversa, do tom de voz certo e, principalmente, com uma escuta atenta e jamais deslegitimando o sentimento e as falas do outro. O psicólogo, então, passa a fazer o papel de mediador, e de forma cuidadosa, elabora questionamentos e induz à reflexão, permitindo que o casal saia da zona de conflito e parta para a busca de soluções.

As sessões costumam ocorrer semanalmente, mas dependendo do caso e das limitações do casal – sejam elas financeiras, profissionais ou familiares – , também podem ocorrer quinzenalmente ou mensalmente. A falta de reconhecimento das expectativas do outro(a), de empatia e de compreensão dos desejos do parceiro ou da parceira, acaba deflagrando conflitos graves, gerando, inclusive, o adoecimento de uma ou de ambas as partes e até dos filhos, que inevitavelmente presenciam as brigas e discussões.

É importante salientar que a terapia de casal pode ser feita também de forma preventiva, quando pequenos impasses começam a surgir, ou pelo simples fato de o casal desejar conhecer mais a si e ao outro, para que a relação siga promissora e saudável. Sendo assim, é fundamental buscar a ajuda de um psicólogo ao identificar as primeiras divergências, caso elas sejam repetitivas e importantes. Assim, evita-se brigas mais sérias, e um desgaste na relação que seja mais doloroso de resolver. O objetivo principal é auxiliar o casal a desenvolver comunicação respeitosa através de recursos próprios, a fim de lidar melhor com seus desafios diários. A intenção da terapia de casal é auxiliar no desenvolvimento da autonomia do casal na solução dos impasses, e jamais criar uma relação de dependência com o psicólogo.


#Dicas #TerapiaDeCasal #Casal

9 visualizações

Telefone:

+55 19 98227-7969

E-mail:

gustavozancheta.psi@gmail.com

                                                                                                                                   

  • wpp
  • Facebook
  • Instagram

2020 - Gustavo Zancheta© | Todos os direitos reservados.